Home > Cidades > Balneário Camboriú > Sua equipe está preparada para vender para o governo?

A preocupação em ter um time de vendas e de operações bem preparado é ainda maior para as empresas que querem vender para o governo. Como dissemos em um post anterior, antes de participar de um processo de licitação, é importante ter certeza de que conseguirá cumprir o contrato. Quem não entrega o que promete em uma licitação corre o risco de ser processado judicialmente e impedido de participar de outras concorrências.

Sendo assim, é importante avaliar o comportamento da área administrativa e jurídica, da área comercial e da área de operações em relação às peculiaridades de se vender para o governo.

As equipes jurídicas e administrativas devem garantir que a empresa esteja em dia com todas as exigências de qualificação legal, tributária, contábil e técnica. Ou seja, esses funcionários devem manter organizados e atualizados todos os documentos referentes a cada uma das áreas.

549d6d45 dc85 4284 b752 f955a5cec84e e1549299356441 - Sua equipe está preparada para vender para o governo?

A área comercial, por sua vez, deve estar qualificada para acompanhar os editais de instituições para os quais a empresa quer vender. Isso significa pesquisar previamente editais anteriores e empresas semelhantes que prestam esses serviços. A ideia é que a sua empresa ofereça bens e serviços de forma alinhada aos interesses de compra da instituição que está sendo prospectada.

Nesse caso, é possível acompanhar de forma manual ou apostar em soluções que automatizem e auxiliem nessa busca. Falaremos mais sobre elas nos próximos posts. Por fim, é importante que todas as equipes envolvidas no processo de licitação acumulem conhecimento sobre as peculiaridades de um processo licitatório. Por exemplo, é importante estar atento ao preço de oferta que você pratica junto a órgãos públicos e saber que nem sempre o preço é um fator de eliminação no momento da escolha. Esse cuidado pode evitar que você saia mais rapidamente da disputa.

E você, acha que a sua equipe interna já está pronta para vender para o governo? Quais dúvidas surgiram durante essa reflexão? Compartilhe com a gente!

 

por Fabiano Zucco. 
Advogado especialista em licitações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *