Home > Licitações Públicas > Portais privados oferecem melhores oportunidades do que os públicos?

Portais privados oferecem melhores oportunidades do que os públicos?

Quando o assunto é licitação, há um leque de oportunidades que podem ser aproveitadas através dos portais privados e públicos.

Estes portais podem oferecer licitações públicas, ou, quando da iniciativa privada, contratações privadas – ambas representando oportunidades de crescimento para sua empresa. 

São tantas opções que acaba surgindo a dúvida, será que os portais privados oferecem melhores chances de venda do que os públicos? Trabalhar com a administração e órgãos públicos é mais vantajoso do que trabalhar com a iniciativa privada?

Como saber o que é melhor para a sua empresa? Esta e outras questões vamos responder neste artigo!

Se você é novo neste ramo, descobrirá muitas vantagens e novidades para implementar na sua empresa e ampliar o leque de vendas, independentemente do produto ou serviço oferecido. 

Acompanhe. 

Portais Licitatórios

Já sabemos que o mercado de licitações vem crescendo cada vez mais, e que as oportunidades crescem junto.

A era digital trouxe muitas inovações ao mercado de trabalho e, hoje, temos a facilidade de acessar oportunidades de venda através de portais licitatórios.

A partir desta premissa, surgem os portais licitatórios. 

Como, a modalidade pregão de licitação admite a realização em duas formas: Presencial e Eletrônica.

Para explicar a relação entre os portais privados e públicos, vamos focar aqui no Pregão Eletrônico, que é, atualmente, a forma mais utilizada de licitação.

Como já diz o nome, essa modalidade de licitação acontece de forma remota, ou seja, em uma plataforma online.

Por isso, os portais de licitações podem ser resumidos como sites nos quais as empresas compradoras efetuam seu cadastro para adquirir bens ou serviços, e as empresas vendedoras para fazer as ofertas. 

 

Principais Portais Públicos

Os portais públicos são sites que a administração pública divulga seus editais, os resultados das contratações e por onde ocorrem os pregões eletrônicos.

Entre os portais públicos mais utilizados, podemos destacar:

  • Comprasnet (Portal de Licitação do Governo Federal);
  • Licitações-e (Portal de Licitações do Banco do Brasil);
  • Sistema próprio da Caixa Econômica Federal (Portal de Compras da Caixa Econômica Federal);
  • BEC São Paulo (Portal de Compras do Estado de São Paulo);
  • BBM – Bolsa Brasileira de Mercadorias;

São nestes portais que o cadastro deve ser feito para visualizar as oportunidades disponíveis para cada setor de negócios e, também, participar do certame que encaixar com o objeto de prestação de bem ou serviço da sua empresa.

Principais Portais Privados

Baseando-se nas licitações pautadas no direito administrativo, empresas privadas passaram a adotar os preceitos do processo licitatório como forma de adquirir seus bens e serviços.

Diante da exigência dos padrões de compra, algumas empresas se viram obrigadas a adotar um sistema mais eficaz e intuitivo.

Hoje, as grandes empresas que realizam as cotações privadas fazem o uso de plataformas online, buscando a melhoria da divulgação das informações, bem como alcançar empresas de todo o país.

O intuito dos portais privados é prover serviços de comércio eletrônico relacionados à aquisição de bens e serviços, de forma online.

Elencamos os 3 dos principais portais privados no mundo das cotações privadas:

  • Nimbi
  • Ariba
  • Mercado Eletrônico 

O portal Nimbi realizou, somente em 2020, mais de R$35 bilhões em transações. Este portal negocia com empresas de grande porte, como, por exemplo, 3M, Vale, MSC, CVC e até mesmo a Faber-Castell.

Já o portal Ariba realiza cerca de R$12 bilhões em transações anualmente.

O Mercado Eletrônico registra R$100 bilhões em negociações ao ano. Este portal atende ao mercado nacional e internacional. Algumas empresas destaque que negociam dentro destes portais são: Nestlé, JBS, Oi, WEG, Toyota, entre outras.

Mas e agora, quais portais oferecem melhores oportunidades? Será que os portais privados oferecem mais chances de venda do que os públicos?

Qual a melhor escolha?

Na verdade, não há uma preferência por portais públicos ou privados.

Esta questão depende de alguns fatores:

Natureza do Produto ou Serviço

Uma questão a ser levada em consideração é o objeto, bem ou serviço de negociação da sua empresa. Dependendo do material ou prestação de serviço negociada, existem mais chances de fornecer para o poder público. Em outro tipo de transação pode-se ter mais chances em portais privados.

Negociações no Brasil ou no exterior

Outro fator a ser levado em conta é a abrangência de mercado. Você quer fornecer para dentro do país ou quer trabalhar com o comércio exterior?

Se o foco do seu negócio é trabalhar com outros países, consequentemente, o perfil adequado para o seu desenvolvimento será um dos portais privados que abrangem o mercado internacional.

Agora, se sua empresa nasceu com o intuito de prestar serviços ou fornecer mercadorias para dentro do Brasil, você pode trabalhar tanto com portais privados como com portais públicos.

Moeda

Para negociações em moeda estrangeira, você deve obrigatoriamente buscar portais privados que alcancem o mercado internacional.

Agora, se o foco é receber em reais, o mercado nacional será encontrado em portais privados ou públicos.

Visibilidade do seu negócio

Se você busca fornecer somente para o poder público e se tornar referência entre os órgãos da administração, por consequência, deve focar nos portais públicos.

Se você pensa em ter uma clientela diversificada, poderá utilizar os dois portais para adquirir oportunidades dentro de grandes empresas e, também, manter a relação com licitações no poder público. Para isso, sua empresa pode manter cadastros atualizados em ambos os tipos de portais.

Agora, se sua empresa busca alcançar visibilidade internacional, ela deve estar focada em oportunidades para fora do país. Neste caso, deverá encontrar as grandes empresas que buscam bens ou serviços a partir dos portais privados ligados ao mercado internacional.

 

Como encontrar todos os portais em um só lugar?

Agora que já vimos a importância dos portais e os tipos de portais privados e públicos que existem, como ficar sabendo dos editais que são lançados? 

Para que sua empresa possa aproveitar ao máximo todas as oportunidades, o primeiro passo é tomar conhecimento sobre elas.

Fazer vários cadastros é um caminho, mas não o mais rápido, inteligente e eficaz.

Com a Joinsy, você tem em mãos todas as oportunidades publicadas em portais privados e públicos de licitação do Brasil e do mundo!

Nossa plataforma elenca todas as oportunidades e as categoriza por área de interesse. Desta forma, sua empresa tem acesso àquelas que mais fazem sentido para o negócio.

Além disso, você ganha em inteligência de mercado, pois tem acesso a relatórios de benchmarking para análise de concorrência.

Ficou interessado? Confira o melhor plano para a sua realidade e comece no mercado de licitação da melhor maneira possível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *