Home > Licitações > Dicas e Estratégias para Licitações

Dicas e Estratégias para Licitações

Participar de licitações é um mercado muito vantajoso e pode gerar muito lucro para a sua empresa. Mas ao mesmo tempo, cada vez mais empresas buscam essas oportunidades, o que torna um mercado cada vez mais competitivo.

Portanto, ter conhecimento e ferramentas de inteligência ao seu favor fazem muita diferença.

Desta forma, pensando em te ajudar a melhorar suas chances, vamos te apresentar algumas dicas muito importantes.

O que você precisa ficar atento no edital?

O edital é a parte mais importante da licitação. É o documento que contém as regras e informações sobre a forma e procedimento do processo licitatório e também sobre o objeto que será contratado.

Mas ao mesmo tempo, o edital é um documento muitas vezes bastante extenso, dificultando para que a pessoa se localize em sua leitura.

Outro ponto importante do edital é o termo de referência, que é um anexo do edital, que traz detalhes sobre o objeto da licitação, dados de prazos, formas de entrega, pagamento e as especificações técnicas do produto ou serviço.

No meio de tudo isso, acaba sendo fácil se confundir ou acabar perdendo algum ponto importante.

Por isso, fazer um checklist é fundamental para que você faça uma leitura dinâmica do edital e anote as informações que você precisa para organizar sua participação no certame.

Se você quer mais ajuda do que deve observar no checklist do edital, nós preparamos este outro artigo para você!

Valor de referência

É importante que você esteja atento ao valor de referência para formular sua proposta. O valor de referência é uma média de preços de mercado do produto ou serviço que o órgão está licitando.

O órgão utiliza esse referencial de preço para analisar a aceitabilidade das propostas dos licitantes, tanto os valores inexequíveis quanto preços acima do aceitável.

Os editais das modalidades clássicas (concorrência, tomada de preços e convite) devem informar o valor de referência obrigatoriamente no instrumento convocatório.

Mas na modalidade de pregão, essa informação não é obrigatória. Então o que fazer neste caso?

Quando se trata de pregão presencial, é possível que você peça vistas do processo licitatório, para ter acesso à pesquisa de preços e todas as informações de valores de referência, que devem obrigatoriamente constar no processo administrativo.

Ao ter acesso ao processo, você passa a ter acesso ao valor de referência.

Mas no pregão eletrônico, especialmente aqueles regidos pelo Decreto 10.024/19, essa informação é considerada sigilosa, ou seja, mesmo que você peça vistas do processo, o órgão não precisa fornecer as informações de preço.

Neste caso, o que fazer?

Contar com ferramentas de informação e tecnologia fazem toda a diferença. A RCC oferece aos seus assinantes informações sobre os preços praticados no mercado para o produto ou serviço do seu interesse. Também permite acesso à licitações passadas e contratos de vários órgãos.

Assim você consegue utilizar todas essas informações para formular sua proposta!

Aproveite TODAS as oportunidades

Muitas empresas quando estão iniciando, acabam ficando receosas de participar, perdendo boas oportunidades de contratar com órgãos públicos.

É importante que você aproveite TODAS as oportunidades possíveis, desde que a empresa atenda as requisições de habilitação e tenha condições de atender o objeto licitado.

Quanto mais licitações você participa, maiores as chances de fechar bons negócios!

Para isso, é importante que você organize sua agenda, receba os avisos de editais com rapidez e eficiência, controle seu fluxo de trabalho e acompanhe de forma eficiente as licitações em andamento.

Novamente, é importante que você utilize a tecnologia à seu favor.

Otimizar seu tempo e se tornar eficiente é de suma importância para que você não perca nenhuma oportunidade de lucrar!

 

Saiba mais sobre a melhor ferramenta de tecnologia de licitações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *